Oi fornece IoT ao grupo AMAGGI usando banda de 450 MHz

Foto: Projetado pelo Freepik
Foto: Projetado pelo Freepik

A Oi está implementando serviços de internet das coisas (IoT) para o grupo agrícola AMAGGI. A operadora vem usando o espectro de 450 MHz em um projeto piloto, na cidade de Sapezal (MT). Ali, as informações são transmitidas do campo para a sede da empresa permitindo o controle de maquinário, gestão de processos e de ativos. O contrato para levar a outras fazendas do grupo foi assinado em fevereiro. Valores e validade do contrato não foram revelados.

Segundo a tele, o acordo é um marco pois significa que a Oi entrou no mercado do agronegócio. A operadora tem direito a uso exclusivo da frequência de 450 MHz nos estados de MT, MS, GO, RS, e no DF. Desde fevereiro, já conectou outra unidade da AMAGGI, a Fazenda Tucunaré, localizada a 500 KM de Cuiabá (MT), de 87,6 mil hectares.

“A frequência de 450 MHz nos proporciona um alcance maior, uma cobertura com raio de 70 km que, para nós, é essencial. Vai nos permitir atuar online sobre os equipamentos, visando melhorar nossa performance operacional, evitando principalmente sobreposições e falhas de operações”, diz o diretor da AMAGGI Agro, Pedro Valente. Segundo ele, a empresa espera que o investimento em IoT resulte em economia de combustíveis, água e insumos.

O contrato foi firmado pela unidade dedicada ao mercado corporativo da Oi, que pretende obter mais acordo no segmento de indústria 4.0 e agronegócio, conforme sua diretora, Adriana Viali. Atualmente, a operadora atende 5 mil grupos – entre empresas públicas e privadas – com soluções de Segurança, IoT, Big Data, Cloud e Data Center e Serviços Gerenciados, e serviços de dados e mobilidade. (Com assessoria de imprensa)

O post Oi fornece IoT ao grupo AMAGGI usando banda de 450 MHz apareceu primeiro em TeleSíntese.

FONTE: TeleSíntese
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.